domingo, 4 de agosto de 2013

Como Projetos Sociais podem ajudar às Comunidades a terem Locais mais Seguros



Falamos tanto de lixo em encostas, falta de saneamento básico e também de construções irregulares, entretanto, sabemos que o trabalhador assalariado não tem condições de contratar um Engenheiro credenciado para construir sua residência, conforme determina a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

Mas, qual seria a solução para esse problema? Bom, temos vários profissionais credenciados no Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (CREA).

Sendo assim, poderia ser implantado um Projeto Social ou um Projeto Universitário para ajudar pessoas que ganham até 3 salários minimos construirem suas residências.

E como seria esses Projetos? Poderia ser feito um Banco de Dados de Engenheiros e Arquitetos em âmbito Municipal, Estadual e Federal  com o intuito de saber quantos profissionais tem em cada local, por exemplo: 1 Engenheiro para 1.000 habitantes. E alocar tais profissionais em locais estratégicos e com demandas pré-estabelecidas.

Mas, esses profissionais trabalhariam de graça? Nao, eles poderiam ter uma ajuda de custo, descontos em suas respectivas faculdades através de convênios com as Prefeituras ou descontos para tirar ou renovar suas credenciais ou até mesmo descontos em IPTU, academias, lojas, clubes entre outros.

E assim, ajudaria formar melhores profissionais, evitaria óbitos em desastres, desperdícios de verbas públicas com o mesmo assunto ano pós ano, ajudaria as Universidades no seu aprimoramento contínuo e sobretudo na construção de comunidades mais seguras.