terça-feira, 1 de abril de 2014

Como a Falta de Recursos Para Defesa Civil Pode ser Um Entrave à Prevenção de Desastres



Sabemos de longa data, que todo negócio precisa de investimentos, e com a Defesa Civil não é diferente.

Sabemos também, que teve um longo tempo que a Defesa Civil não dispunha dele, talvez por não saber onde buscá-lo ou até mesmo por falta de pessoal qualificado para atuar nessa área específica.

Mas, ao longo dos anos, e devido  há ocorrências de vários desastres naturais no Brasil em geral, a mesma deu uma importância maior a esse aspecto, e vem buscando recursos frente aos Municípios, Estados e União.

E isso é fundamental, para que ela possa atuar de maneira efetiva, tanto na Prevenção como também na Resposta, e com isso dar uma resposta satisfatória à População.

Entretanto, sabemos que precisamos avançar bastante ainda nesse aspecto, pois principalmente as "Defesas Civis Municipais", as que estão na linha de frente ou seja a 1a a ser solicitada pela População na hora de um desastre, necessitam de recursos para atuarem de forma assertiva, como por exemplo: 

* Maior número de funcionários, veículos atualizados, materiais de divulgação, capacitação constante tanto no Brasil como no Exterior, sistemas atualizados de softwares e também ferramentas de trabalho, como corda, lanterna, garrafa d"água, gps ou chips no tornozelo, entre outros.

Portanto, a Falta de Recursos Para Defesa Civil Pode ser Um Entrave à Prevenção de Desastres, mas como o mesmo já está na Pauta da "Presidenta Dilma", basta que os Municípios e Estados façam seus Planos Orçamentários de maneira correta, para que então possam receber os mesmos, e aplicá-los de forma satisfatória perante à Sociedade.







Referências: 

http://www.mi.gov.br/web/guest/defesacivil
http://www.onu.org.br/
http://www.rio20.gov.br/
http://www.em.gov.au/Pages/default.aspx
http://www.defesacivil.angra.rj.gov.br/index.asp
http://www.defesacivil.itajai.sc.gov.br/
http://www.petropolis.rj.gov.br/dfc/