sexta-feira, 4 de abril de 2014

Como os Desastres Podem Causar Prejuízos Econômicos à Sociedade


A intensificação dos desastres além de provocar perdas humanas, ele também provoca perdas econômicas.

Segundo a Companhia de Seguros Swiss Re, estima-se que os Prejuízos Mundiais causados pelos diversos Desastres alcançaram o valor recorde de U$$ 350 bilhões em 2011, bem acima dos U$$ 226 bilhões de perdas registradas em 2010.

Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), a cada U$$ 1dólar gasto em Prevenção economiza-se U$$ 7 dólares na Resposta.

Porém, entramos em uma situação complicada, pois é nítido que a "Prevenção" é o melhor remédio, porquê não fazê-la, ai entra:

* Problemas políticos, interesses pessoais, desvio de verbas, descaso dos órgãos competentes, planos orçamentários mal planejados e direcionamento de verbas de forma errônea.

E com isso, a Sociedade perde e muito, pois todo recurso sai de algum lugar, independe de ser de: fundos, impostos, tributos, e isso sobrecarrega o "Governo Federal", que poderia poderia estar utilizando os mesmos para outras áreas, como:

* A saúde, educação, habitação, transporte, segurança pública e urbanização.

Portanto, é evidente que os desastres causam imensos prejuízos econômicos, mas cabe à Sociedade e os Órgãos competentes atuarem de forma assertiva, para que os mesmos sejam minimizados.







Referências:

http://www.cepad.org/
http://www2.ufscar.br/home/index.php
http://www.mi.gov.br/web/guest/defesacivil
http://tvbrasil.ebc.com.br/
http://www.onu.org.br/
http://www.petropolis.rj.gov.br/dfc/