terça-feira, 15 de dezembro de 2015

Entendendo O que Causa o Deslizamento de Terra

            Resultado de imagem para deslizamentos de terra

O Deslizamento é um fenômeno provocado pelo escorregamento de materiais sólidos, como:

* Solos, rochas, vegetação e/ou material de construção ao longo de terrenos inclinados, denominados de encostas. 

Ocorre em áreas de relevo acidentado, das quais foram retiradas a cobertura vegetal original que é responsável pela consistência do solo e que impede, através das raízes, o escoamento das águas. 

O Deslizamento de terra se difere dos processos erosivos pela quantidade de massa transportada a uma grande velocidade. 

Esses fenômenos naturais e/ou antrópicos, causam problemas imediatos para a população, independente de sua condição social, e também para o meio ambiente.


O Brasil, pelo fato de ter predominância de clima tropical, existem grandes índices pluviométricos no verão, que corresponde ao período chuvoso, com isso as encostas naturalmente são locais de risco ao deslizamentos de terra.


É notório que os deslizamentos em encostas e morros urbanos vêm ocorrendo com uma frequência alarmante nestes últimos anos, devido ao crescimento desordenado das cidades, com a ocupação de novas áreas de risco, principalmente pela população mais carente.


Muitas cidades, em sua expansão, avançam para terrenos topograficamente mais inclinados e geologicamente instáveis. É o caso da ocupação de vertentes de morros ou de obras efetuadas em áreas extremamente suscetíveis à intempéries intensas ou solos fragilizados.

A época de ocorrência dos deslizamentos coincide com o período das chuvas, intensas e prolongadas, visto que as águas escoadas e infiltradas vão desestabilizar as encostas. 

Nos morros, os terrenos são sempre inclinados e, quando a água entra na terra, pode acontecer um deslizamento e destruir as casas que estão em baixo.

Desta maneira, os escorregamentos em áreas de encostas ocupadas costumam ocorrer em taludes de corte, aterros e taludes naturais agravados pela ocupação e ação humana.


Quando ocorrem as precipitações o solo absorve uma parcela da água, no entanto, outra parte se locomove em forma de enxurrada na superfície do terreno, a parte de água que se infiltra no solo se confronta com alguns tipos de rochas impermeáveis.


Com isso a água não encontra passagem e começa acumular-se em único local tornando, dessa forma, o solo saturado de umidade que não consegue suportar e se rompe, desencadeando o deslizamento de terras nas encostas até a base dos morros.



Os Motivos que desencadeiam esse processo estão ligados à retirada da cobertura vegetal de áreas de relevo acidentado, habitação humana em locais impróprios, oferecendo condições propícias para o desenvolvimento de deslizamentos em encostas.


Há de Considerar Três Fatores de Influência na Ocorrência dos Deslizamentos:

  • Tipo de solo: sua constituição, granulometria e nível de coesão;
  • Declividade da encosta: cujo grau define o ângulo de repouso, em função do peso das camadas, da granulometria e nível de coesão;
  • Água de embebição: que contribui para aumentar o peso específico das camadas; reduzir o nível de coesão e o atrito, responsáveis pela consistência do solo, e lubrificar as superfícies de deslizamento.
Apesar de ser um fenômeno natural, o deslizamento é muitas vezes provocado pelo homem. Com Algumas mudanças de hábitos e cuidados na hora de construir é possível minimizar grandes tragédias.

Citarei algumas Causas Naturais, abaixo:

* Inclinação do terreno;

* Intensidade e duração da chuva;

* Características geotécnicas das rochas e solos; e

* Quantidade de água que infiltra no solo.

Citarei Alguns Fatores Provocados pelo Homem , abaixo:

* Desmatamento;

* Despejo de água de esgoto na encosta;

* Vazamento de reservatórios ou caixas d'água;

* Lixo e entulho jogados na encosta

* Tipo de vegetação plantada na encosta;

* Ruas sem calçamento e sistema de drenagem;

* Escavações em aterros para construção de moradias;

* Lixo doméstico jogado em terrenos baldios, bueiros (boca de lobo), rios e córregos, incluindo entulho de obras, móveis e eletrodomésticos e lixo verde; e

* Lixo descartado fora do horário de coleta e que pode ser arrastado para rios e bueiros.

E, Como Minimizar os Danos Causados Pelos Deslizamentos? Citarei abaixo, algumas dicas bem simples e de grande importância para minimização dos danos causados pelos deslizamentos, São Eles:
  • Não destruir a vegetação das encostas;
  • No caso de vazamentos, consertar o mais rápido possível e não deixar a água escorrendo pelo chão - o ideal é construir canaletas;
  • Juntar o lixo em depósitos para o dia da coleta e não deixá-lo entulhado no morro;
  • Não amontoar sujeira e lixo em lugares inclinados porque eles entopem a saída de água e desestabilizam os terrenos provocando deslizamentos;
  • Não jogar lixo em vias públicas ou barreiras, pois ele aumenta o peso e o perigo de deslizamento, assim, deve-se jogar o lixo e entulho em latas ou cestos apropriados;
  • Não dificultar o caminho das águas de chuva com lixo, por exemplo;
  • As barreiras em morros devem ser protegidas por drenagem de calhas e canaletas para escoamento da água da chuva;
  • Não fazer cortes nos terrenos de encostas sem licença da Prefeitura, para evitar o agravamento da declividade;
  • Solicitar a Defesa Civil (199), em caso de morros e encostas, a colocação de lonas plásticas nas barreiras;
  • As barreiras devem ser protegidas com vegetação que tenham raízes compridas, gramas e capins que sustentam mais a terra;
  • Em morros e encostas, não plantar bananeiras e outras plantas de raízes curtas, porque as raízes dessas árvores não fixam o solo e aumentam os riscos de deslizamentos;
  • Pode-se plantar para que a terra não seja carregada pela água da chuva. Perto das casas: pequenas fruteiras, plantas medicinais e de jardim, tais como: goiaba, pitanga, carambola, laranja, limão, pinha, acerola, urucum, jasmim, rosa, pata-de-vaca, hortelã, cidreira, boldo e capim santo. 
  • Nas encostas pode-se plantar: capim braquiária, capim gordura, capim-de-burro, capim sândalo, capim gengibre, grama germuda, capim chorão, grama pé-de-galinha, grama forquilha e grama batatais. A vegetação irá proteger as encostas.
  • Em morros e encostas não plantar mamão, fruta-pão, jambo, coco, banana, jaca e árvores grandes, pois acumulam água no solo e provocam quedas de barreiras.
Por hoje é só! Espero vocês no Próximo Post. Fiquem a Vontade para Curtir, Compartilhar, Twittar, Fazer Comentários ou Dar Sugestões. Vejo Vocês em Breve. Até........






Referências:
http://www.geografia.seed.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=237
http://www.infoescola.com/geologia/deslizamento-de-terra/
https://pt.wikipedia.org/wiki/Deslizamento_de_terra
http://www.cbmerj.rj.gov.br/
http://www.drm.rj.gov.br/
http://www.cprm.gov.br/
http://www0.rio.rj.gov.br/habitacao/