quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

Prefeito de Petrópolis Decreta S.E. por conta das chuvas

            Bomtempo decreta situação de emergência por conta das chuvas

O Prefeito Rubens Bomtempo Decretou nesta terça-feira (19/1) situação de emergência em Petrópolis, devido ao grande número de ocorrências relacionadas às chuvas desde sexta-feira (15).
Já são 582 ocorrências de deslizamentos, inundações e alagamentos registradas pelo telefone 199 da Secretaria de Proteção e Defesa Civil em 96 horas. Além disso, há previsão que as chuvas continuem até domingo, o que significaria a continuidade do crescimento do número de ocorrências.
O Objetivo do decreto é dar rapidez ao poder público na resposta às ocorrências. Assim, a Prefeitura terá mais agilidade nas contratações e nas requisições de máquinas e caminhões. 
A Situação de emergência também representará a abertura de um canal entre a Prefeitura e os governos estadual e federal para a atuação nas áreas atingidas.
O Anúncio foi realizado à imprensa, na Casa dos Conselhos Augusto Ângelo Zanatta, na sede da Prefeitura, durante reunião do Comitê de Ações Emergenciais. Bomtempo falou sobre o decreto ao lado do Secretário de Proteção e Defesa Civil, Rafael Simão, e do Procurador geral do município, Marcus São Thiago.
“Não houve vítimas ou feridos nessas chuvas, o que é uma grande vitória de Petrópolis frente ao grande número de ocorrências em pouco tempo. Porém, são mais de 500 barreiras para serem retiradas, entre pequenas e grandes em uma área muito extensa, de cerca de 300 quilômetros quadrados. 
Com o Decreto de situação de emergência, vamos mostrar que esse não é um problema só do Município, mas que pertence também ao Sistema Nacional de Defesa Civil, ao Ministério das Cidades e ao governo estadual”, disse Bomtempo.
Outras medidas – Bomtempo anunciou também que já depositou R$ 140 mil no Fundo da Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Cidadania (Setrac) para a compra de colchonetes, cestas básicas, água, materiais de higiene e limpeza para os desalojados: já são 273 desalojados – 78 famílias.
Bomtempo irá solicitar ao Governo do Estado o aluguel social para famílias de casas condenadas – onde não houver mais condição de moradia. Já são, desde sexta-feira, 65 imóveis interditados pela Defesa Civil em função das chuvas.
A Prefeitura irá notificar novamente o Ministério das Cidades para que viabilize a construção de casas do Minha Casa, Minha Vida em Petrópolis. 
No Vicenzo Rivetti, as obras para a construção de 760 unidades estão paradas há um ano, sem que a Caixa Econômica Federal substitua a empresa responsável. 
No Caetitu, o Ministério das Cidades ainda não autorizou a Caixa a assinar contrato com a empresa responsável pela construção. 
“Hoje famílias aguardam essas casas recebendo aluguel social. A entrega dessas casas liberaria aluguel social para outras famílias, como essas que foram atingidas pelas chuvas dos últimos dias”, disse Bomtempo.
A Prefeitura também irá notificar o Instituto Estadual do Ambiente (Inea) sobre as obras realizadas na confluência dos rios Piabanha e Santo Antônio. 
“As intervenções feitas pelo Inea ali foram ineficazes, não deram certo. A calha do rio ficou lenta. Quem é de Itaipava viu isso”, disse.
Sobre as ocorrências na Estrada União Indústria, Bomtempo informou que irá cobrar o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) para que o órgão se faça presentes nas intervenções necessárias na via, com máquinas e caminhões para obras emergenciais. A Prefeitura irá também comunicar o Ministério Público Federal sobre essa cobrança ao Dnit.
Vias interrompidas – Por conta de deslizamentos em vias públicas, há linhas municipais de ônibus sem operação: 
Rua das Pedras – Santa Isabel (470); Fagundes (707); Retiro das Pedras (715); Cuiabá (705); Rua 28 de Abril – Madame Machado (726); Santo Antônio – Posse (717). Já as linhas com alteração de itinerário e ponto final são: Rua Bahia (412, 422, 465 e 469) e Roseiral (516).
199 – A Defesa Civil segue no estágio de atenção. A orientação é para que o morador, no caso de qualquer sinal de instabilidade na casa ou no terreno, ligue para a Defesa Civil, pelo telefone 199, e solicite uma vistoria. A ligação e o serviço são gratuitos.
Abaixo, vocês poderão entender O Que é a Decretação de Situação de Emergência e Estado de Calamidade Pública, e Quais são os Critérios para Solicitá-las:
http://construindocomunidadesresilientes.blogspot.com.br/2014/09/entendendo-os-criterios-para-decretacao.html
http://construindocomunidadesresilientes.blogspot.com.br/2015/07/diferenciando-os-desastres-para.html
http://construindocomunidadesresilientes.blogspot.com.br/2014/09/conhecendo-os-criterios-para-o.html
Por hoje é só! Espero vocês no Próximo Post. Fiquem a Vontade para Curtir, Compartilhar, Twittar, Fazer Comentários ou Dar Sugestões. Vejo Vocês em Breve. Até........









Referências:
http://www.petropolis.rj.gov.br/pmp/index.php/imprensa/noticias/item/4243-bomtempo-decreta-situa%C3%A7%C3%A3o-de-emerg%C3%AAncia-por-conta-das-chuvas
http://www.petropolis.rj.gov.br/dfc/
https://www.facebook.com/defesacivilpetropolis