sábado, 26 de julho de 2014

Conhecendo a Estratégia Internacional de Redução de Desastres - EIRD



Primeiro, Vamos Entender o que é a Estratégia Internacional de Redução de Desastres - EIRD?  A Estratégia Internacional de Redução de Desastres - EIRD, Foi Criada em 1999, e é o Ponto Focal do Sistema das Nações Unidas designado para Coordenar a Redução de Risco de Desastres e para assegurar sinergias entre as atividades das Nações Unidas e Organizações Regionais em torno da Redução de Desastres e atividades nos campo Socioeconômicos e Humanitários.

Entre outras Ações, a  Estratégia Internacional de Redução de Desastres - EIRD, Coordena os Esforços Internacionais na Redução de Risco de Desastres, Guiando, Monitorando e Informando Sobre o Progresso na Implementação do Marco de Ação de Hyogo (MAH).

O Marco de Ação de Hyogo (MAH) é o Instrumento mais importante para a Implementação da Redução de Riscos de Desastres que adotaram os Estados Membros das Nações Unidas.

Seu objetivo geral é Aumentar a Resiliência das Nações e das Comunidades frente aos desastres ao alcançar, para o ano de 2015, Uma Redução Considerável das Perdas que Ocasionaram os Desastres, tanto em termos de vidas humanas quanto aos bens sociais, econômicos e ambientais das comunidades e dos países.

O MAH Oferece Cinco Áreas Prioritárias para a Tomada de Decisões, em iguais desafios e meios práticos para Aumentar a Resiliência das Comunidades Vulneráveis aos Desastres, no contexto do Desenvolvimento Sustentável. Maiores informações, nos Artigos Abaixo: 


Conhecendo o Marco de Ação de Hyogo - Parte 1/2 e Parte 2/2!


Segundo, Quando Os Estados Membros das Nações Unidas adotaram a Estratégia Internacional para a Redução de Desastres (EIRD)? Os Estados Membros das Nações Unidas adotaram a, no ano de 2000, como mecanismo de continuidade ao Decênio Internacional sobre a Redução de Desastres Naturais (DIRDN) 1990-1999.

Terceiro, Qual era o Propósito da Estratégia Internacional para a Redução de Desastres (EIRD)? O Propósito desta Estratégia era Alcançar Uma Redução Considerável das Perdas que Ocasionam os Desastres, em Igualdade Construírem Comunidades e Nações Resistentes, como Condição Fundamental para o Desenvolvimento Sustentável.

Quarto, Quem Compõe a Estratégia Internacional de Redução de Desastres? O Sistema EIRD é Composto por Numerosas Organizações, Estados e a Sociedade Civil em Nível Mundial, que Trabalham Juntas para Reduzir as Perdas que Ocasionam os Desastres e Implementar o Marco de Ação de Hyogo. Incentiva-se aos Países a Estabelecer as ou outros Mecanismos de Coordenação. 

Quinto, Quais são os Elementos Desse Sistema EIRD? Os Elementos Internacionais do
Sistema da EIRD São a Plataforma Global para a Redução de Riscos de Desastres e a Secretaria da ONU/EIRD.

Sexto, O Que é a Plataforma Global para a Redução de Riscos de Desastres? a Plataforma Global para a Redução de Riscos de Desastres, É o Principal Fórum Mundial para os Governos, Agências das Nações Unidas, Instituições Financeiras Internacionais, Órgãos Regionais, a Sociedade Civil, o Setor Privado e as Comunidades Científica e Acadêmica. 

A Plataforma se Encarrega de Incrementar o Grau de Consciência e Reitera os Compromissos
adquiridos para Compartilhar Experiências Sobre o Processo de Implementação entre os Grupos Envolvidos e os Governos, Abordando os vazios existentes e Oferecendo um Tipo de Orientação Estratégica e Coerência na Implementação do Marco de Ação de Hyogo.

As Plataformas Temáticas (Agrupamentos, redes, iniciativas) Trabalham em Torno de Temas Específicos da Agenda da Redução de Riscos de Desastres, tais como:

* Adaptação ao Câmbio Climático, Educação, Risco Urbano, Alerta Prévio, Recuperação e Desenvolvimento de Capacidades. 

A Plataforma Global Designará um Comitê para que Ofereça Orientação e Assessoria em Assuntos
Relacionados com as Prioridades Programáticas.

Sétimo, Qual Papel Exerce a Secretaria da ONU/EIRD? A Secretaria da ONU/EIRD, Exerce o Papel de Intermediário Imparcial e Equitativo, Catalisador e Ponto Focal para a Redução de Riscos de Desastres Dentro das Nações Unidas e o Sistema da EIRD em geral.

A Secretaria Promove um Compromisso Até a Redução do Risco de Desastre e a Implementação do Marco de Ação de Hyogo, e informa sobre o Progresso Alcançado.

O Subsecretário Geral para Assuntos Humanitários se Encarrega de Supervisionar a Secretaria, a
qual Presta Contas a Assembléia Geral sob uma Agenda de Desenvolvimento Sustentável que Coordena o Departamento de Assuntos Econômicos e Sociais.


Chegamos ao fim de mais um Artigo. Esperamos que tenham gostado. Fiquem a Vontade para Curtir, Compartilhar, Fazer Comentários ou Dar Sugestões. Vejo Vocês aqui Novamente. Até.......












Referências:
http://www.defesacivil.cursoscad.ufsc.br/avea/file.php/9/Livro_DefesaCivil_5ed_Unidade_3_Revisado.pdf
http://www.eird.org/search/index.html?#
http://www.integracao.gov.br/cidadesresilientes/pdf/mah_ptb_brochura.pdf
http://www.eird.org/esp/revista/No2_2001/pagina16.htm
http://www.eird.org/search/index.html?q=marco%20de%20acao%20de%20hyogo
http://www.revistaemergencia.com.br/noticias/geral/defesa_civil_participa_de_encontro_sobre_o_marco_de_hyogo/AJyJAAja