sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Entendendo o Conceito de Umidade Relativa do Ar

                           
Primeiramente, Vamos Entender O Significado das Palavras Umidade do Ar, Umidade Relativa do Ar, Ponto de Orvalho, Neblina, Saturação, Higrômetro e Psicrômetro?

Umidade do Ar - Quantidade de vapor de água no ar. É freqüentemente confundido com umidade relativa do ar ou ponto de condensação. Tipos de umidade incluem umidade absoluta, umidade e umidade específica. 

Umidade Relativa do Ar - Relação entre a quantidade de vapor d''água contida no ar e a quantidade máxima que o ar pode conter sob as mesmas condições de temperatura e pressão. É expressa em porcentagem (%).

Ponto de Orvalho - Gotas d''água depositadas pela condensação do vapor d''água da atmosfera. (rocio ou relento).

Neblina - Obscuridade da atmosfera ocasionada pela condensação do vapor de água. Neblina é definida como um nevoeiro de pouca intensidade onde a visibilidade é maior que 1km.

Saturação - Condição que existe na atmosfera quando a tensão parcial exercida pelo vapor d''água presente é igual à máxima tensão possível à mesma temperatura.

Higrômetro - É um instrumento usado para medir a umidade do ar.

Psicrômetro - Instrumento constituído basicamente por dois termômetros, um seco e outro úmido, a diferença de temperatura entre eles está associada à umidade relativa do ar e, ao ponto de orvalho.

Para descobrir a Umidade Relativa, a pressão parcial do vapor d'água (Num determinado local) deve ser dividida pela pressão do vapor em saturação na temperatura do local.

O Número Resultante, então, deve ser multiplicado por 100. Quando a Umidade Relativa Alcança 100%, o Ar está completamente saturado com vapor de água, e o ponto de orvalho é alcançado.

O Método de Cálculo para Umidade Relativa do Ar, é o Seguinte:





UR%={\frac{e}{e_s}}  100



Sendo UR% é a Umidade Relativa do Ar (expressa em porcentagem); e é a Pressão Parcial de Vapor de Água do Ar (g/kg) e e_s é Pressão de Vapor nas Condições de Equilíbrio, Também Chamada Pressão de Vapor de Saturação.
A Pressão de Vapor de Saturação (e_s) corresponde ao valor da pressão de vapor obtida em uma câmara contendo ar sobre uma superfície de água líquida (ou de gelo para temperaturas abaixo do ponto de fusão). 

Nas condições de equilíbrio, o número de moléculas de água mudando da fase líquida para a fase vapor é igual ao número de moléculas de água mudando da fase vapor para a fase líquida. 
Essas condições de equilíbrio São Conhecidas Como Condições de Clausius-Clapeyron e a pressão de vapor de saturação é um ajuste experimental da equação de Clausius-Clapeyron, que é formalmente a relação entre e_s e a temperatura do sistema ar úmido - água líquida.
Segue abaixo Alguns Problemas Decorrentes da Baixa Umidade do Ar:
  • Complicações alérgicas e respiratórias devido ao ressecamento de mucosas;
  • Sangramento pelo nariz;
  • Ressecamento da pele;
  • Irritação dos olhos;
  • Eletricidade estática nas pessoas e em equipamentos eletrônicos; e
  • Aumento do potencial de incêndios em pastagens e florestas.
A Organização Mundial da Saúde (OMS), tem uma Classificação:

* Entre 20 e 30% (Estado de Atenção);
* Entre 12 e 20% (Estado de Alerta); e
* Abaixo de 12% (Estado de Emergência).

Cuidados a Serem Tomados:

* Entre 20 e 30% - Estado de Atenção!

  • Evitar exercícios físicos ao ar livre entre 11 e 15 horas;
  • Umidificar o ambiente através de vaporizadores, toalhas molhadas, recipientes com água;
  • Sempre que possível permanecer em locais protegidos do sol, em áreas vegetadas; e
  • Consumir água à vontade.
* Entre 12 e 20% - Estado de Alerta!
  • Observar as recomendações do estado de atenção;
  • Suprimir exercícios físicos e trabalhos ao ar livre entre 10 e 16 horas;
  • Evitar aglomerações em ambientes fechados; e
  • Usar soro fisiológico para olhos e narinas.
* Abaixo de 12% - Estado de emergência!
  • Observar as recomendações para os estados de atenção e de alerta;
  • Determinar a interrupção de qualquer atividade ao ar livre entre 10 e 16 horas como aulas de Educação Física
  • Determinar a suspensão de atividades que exijam aglomerações de pessoas em recintos fechados; e
  • Durante as tardes, manter com umidade os ambientes internos, principalmente ambientes onde há crianças e idosos.
Impacto no ÍndIce de Calor:
Humanos são sensíveis à umidade do ar, porque o corpo humano usa a evaporação do suor como o mecanismo mais importante para regular sua temperatura.
Sob condições úmidas, a proporção em que a transpiração evapora na pele é menor do que seria em condições secas. Dado que o corpo humano percebe a proporção de transferência de calor para o ar, ao invés da temperatura do corpo, sentimo-nos mais quentes quando a umidade relativa é maior.
Por exemplo, se a temperatura do ar é de 24 °C e a umidade relativa é de 0%, então a temperatura do ar parece ser de 21 °C. Se a umidade relativa for de 100%, na mesma temperatura, ela parece ser de 27 °C. Em outras palavras, se o ar estiver em 21 °C, e contiver vapor saturado de água, então o corpo humano se resfria à mesma taxa que teria se estivesse em 27 °C, com o ar seco.
Por isso, que nos Meses de Verão, Um Aumento da Umidade pode parecer Um Aumento de Temperatura.
Impacto da Umidade no clima:
Estima-se que a Terra tenha cerca de 524.646.144 km³ de água — esse número inclui as formas líquida, sólida e gasosa — e que apenas 4989 km³ de água estão presentes na atmosfera como vapor a qualquer momento dado. Embora esta seja uma pequena porção dos 524.646.144 km³, ela impacta o clima da Terra dramaticamente. Sem o vapor de água e a umidade presentes no ar, não haveria nuvens nem chuvas no planeta.
Por hoje é só! Fiquem a Vontade para Curtir, Compartilhar, Twittar, Fazer Comentários ou Dar Sugestões. Vejo Vocês em Breve. Até........











Referências:
http://www.ehow.com.br/umidade-ocorre-info_161486/
http://www.climatempo.com.br/videos/video/4/SrpwsjjKxuw
http://pt.wikipedia.org/wiki/Umidade_relativa
http://www.cpa.unicamp.br/
http://www.agritempo.gov.br/agritempo/jsp/Glossario/index.jsp
http://www.feiradeciencias.com.br/sala02/02_053.asp
http://www.cptec.inpe.br/
http://www.senamhi.gob.pe/calidad_aire02.php