domingo, 13 de setembro de 2015

Bombeiros Espec. em P.P Fazem Simulado em Escola do Exército

Bombeiros especializados em produtos perigosos fazem simulado em escola do Exército

A Atividade teve como objetivo aprimorar a atuação integrada e reduzir o tempo-resposta em ocorrências reais.

O Grupamento de Operações com Produtos Perigosos (GOPP) do Corpo de Bombeiros realizou, no dia 30 de agosto, um exercício em conjunto com órgãos que respondem a emergências envolvendo materiais perigosos. 

Na atividade, realizada na Escola de Instrução Especializada do Exército (ESIE), em Realengo, foram simulados a colisão de um veículo de passeio com um caminhão carregado de produto tóxico não identificado e o abandono de um artefato que liberou gás tóxico.

O GOPP foi o primeiro órgão a atuar na situação fictícia de emergência, identificando os materiais que apresentavam risco, realizando a contenção da área e fazendo uma triagem inicial, com a retirada e a primeira descontaminação de vítimas mais graves.

Exercícios como estes são excelentes e consolidam a capacidade de operar de maneira integrada com outros órgãos. 

Nós temos o conhecimento, mas precisamos sempre aprimorar a capacitação da tropa e a utilização dos equipamentos para estarmos prontos para uma ocorrência real, diminuindo o tempo-resposta no atendimento – afirmou o Tenente-coronel Alexandre Pereira, comandante do GOPP.

O Simulado contou com a participação da Marinha do Brasil, que auxiliou na triagem de vítimas, e do Exército Brasileiro, responsável pela descontaminação das vítimas, dos veículos e dos equipamento utilizados pela própria equipe que esteve no exercício. 

Ao final da atividade, o Grupamento de Operações Aéreas do CBMERJ (GOA) realizou a remoção de uma das vítimas para um hospital de referência da região.

Por hoje é só! Fiquem a Vontade para Curtir, Compartilhar, Twittar, Fazer Comentários ou Dar Sugestões. Vejo Vocês em Breve. Até........








Referências:
http://www.cbmerj.rj.gov.br/index.php/menu-oculto-slideshow/3204-bombeiros-especializados-em-produtos-perigosos-fazem-simulado-em-escola-do-exercito