sábado, 17 de maio de 2014

Corpo de Bombeiros Faz Simulado para a Copa do Mundo no Maracanã

Viaturas de salvamento, de combate a incêndio e motocicletas ficaram estrategicamente posicionadas durante o exercício.

O Corpo de Bombeiros realizou neste domingo (13.04) um evento teste para a Copa do Mundo Fifa Brasil 2014. O plano tático operacional foi colocado em prática durante a partida da final do Campeonato Carioca entre Vasco e Flamengo. O objetivo foi elencar os recursos operacionais a serem empregados na operação de prevenção do evento, assim como definir os modelos de ação para os militares envolvidos nas variadas ações de prevenção e combate a incêndios, salvamentos e atendimentos pré-hospitalares (APH).

Cerca de 130 bombeiros foram empenhados para a partida e estavam distribuídos em diversas áreas do Maracanã. Os militares do Grupamento de Prevenção em Estádios (GPrevE) atuaram no interior de salas de pronta resposta distribuídas nos anéis da edificação, no campo e nas arquibancadas.

 No entorno do estádio, estavam posicionados os Grupos Táticos Avançados (GTA), compostos por uma viatura ATE (Auto Tático de Emergência) para as ações de combate a incêndio, salvamento e atendimento médico pré- hospitalar, uma viatura ABSL (Auto Busca e Salvamento Leve) e uma dupla de motociclistas. Os demais veículos e as equipes especializadas em Operações com Produtos Perigosos (GOPP) e em Suprimento de Àgua para Incêndios (GTSAI) estavam fora da edificação, em condições de pronto emprego, para o atendimento a contingências dentro do estádio e/ou na sua área de influência.

De acordo com o supervisor-geral de operações, coronel Gustavo Belchior, para o comando e controle das operações estiveram ativados o Centro Integrado de Comando e Controle Local (CICCL), que funcionou no interior do estádio, e o Centro Integrado de Comando e Controle Móvel (CICCM), veículo que ficou posicionado na área externa.

- Neste primeiro, contamos com militares do GPrevE. Nesta área acontece a interface de todos os órgãos envolvidos com os demais Centros Integrados de Comando e Controle das ações na área operacional do estádio. Já no CICCM, contamos com dois militares da corporação, que ficaram responsáveis pela coordenação das ações operacionais das agências envolvidas na segurança no interior da arena. Além destes, também estavam operantes o Centro de Comando e Controle Regional (CICCR) e o Centro de Coordenação de Defesa de Área (CCDA). Sem contar com o nosso Centro de Comando e Controle Móvel, que ficou estruturado em uma viatura própria – explicou o coronel.


Para o coordenador-geral de operações, coronel José Mateus, o teste serve para adequar o que ainda necessita de ajuste, mas define que o Corpo de Bombeiros está preparado para atuar em grandes eventos como a Copa do Mundo.

- A partir daqui, será feito um relatório com o detalhamento dos pontos positivos e negativos para ser avaliado pelos setores responsáveis da corporação. Mas já adianto que estamos prontos e afinados para recebermos e darmos assistência ao público. Temos homens treinados, recursos apropriados e tecnologia disponível para atender da melhor maneira possível a brasileiros e aos turistas – disse o coordenador.


Posto de comando e controle móvel foi empregado na coordenação da operação



Militares monitoram as condições no entorno e interior do estádio



A operação serve como evento teste para a Copa do Mundo de 2014



(*) Matéria produzida pela Assessoria de Comunicação Social SEDEC/CBMERJ
(**) Fotos: ACS/Divulgação













Referências:

http://www.cbmerj.rj.gov.br/index.php?
option=com_content&view=article&id=
2849:corpo-de-bombeiros-faz-simulado
-para-a-copa-do-mundo-no-maracana&
catid=43:Noticias-do-CBMERJ&Itemid=43