terça-feira, 27 de maio de 2014

Petrópolis Terá Três Representantes na Conferência Nacional de Defesa Civil


Petrópolis terá três representantes na Conferência Nacional de Defesa Civil
Petrópolis terá três representantes na Conferência Nacional de Defesa Civil, evento que será realizado em Brasília em novembro. O secretário de Proteção e Defesa Civil, Rafael Simão, será um deles. Os outros dois são membros da sociedade civil: Alexandre Mayworm (Cruz Vermelha - filial Petrópolis) e Maria Claudia Moret (Centro). Os três foram eleitos na última sexta-feira (23/5), no Rio, durante a 2ª Conferência Estadual de Proteção e Defesa Civil. Na ocasião, os 84 municípios participantes elegeram 100 delegados.
A conferência estadual foi realizada no Centro de Convenções SulAmérica, na Cidade Nova. O secretário nacional de Defesa Civil, Adriano Pereira Júnior, e o secretário de Estado de Defesa Civil e comandante-geral do Corpo de Bombeiros, Sérgio Simões, participaram do evento. De Petrópolis, Simão foi acompanhado por mais dez servidores da secretaria.
As propostas debatidas na sexta-feira foram resultado das diretrizes enviadas pelos municípios. Petrópolis realizou em fevereiro a conferência municipal, no Sesc Quitandinha, que teve a participação de cerca de 250 pessoas, entre representantes do poder público e da sociedade civil. Todos tiverem direito a voto na escolha dos delegados e das diretrizes para políticas de defesa civil.
"Petrópolis é um município que, por suas características geológicas e pelo alto índice pluviométrico, sofre muito com as chuvas. As soluções dependem da participação do poder público e também da população. Na nossa conferência municipal, houve grande participação da sociedade civil no debate de propostas e na eleição dos delegados. Esses representantes participaram da conferência estadual e, agora, participarão também da conferência nacional. Então a Defesa Civil e as comunidades de Petrópolis estão presentes no debate nas três esferas: município, estado e União", disse o secretário Rafael Simão.
Os secretários nacional, Adriano Pereira Júnior, e estadual, Sérgio Simões, destacaram a mudança de tratamento que os governantes, nas três esferas, passaram a dar à Defesa Civil nos últimos anos. Como eles argumentaram, seria impensável cinco anos atrás uma conferência estadual no Rio com a participação de 84 municípios. Essa mudança, como disse o secretário nacional, foi motivada pelos desastres das chuvas em 2010, no Rio e em Niterói, e em 2011, na Região Serrana.
Em Petrópolis, a Defesa Civil mudou de patamar em 2013, no início do governo de Rubens Bomtempo, passando de coordenadoria para secretaria. Com isso, foi possível que a Defesa Civil passasse a contar com orçamento próprio, uma sede maior e no Centro, mais servidores, três geólogos concursados e mais estrutura para atuar na prevenção de desastres das chuvas.
"O difícil para nós é mudar comportamento, pessoas. O nosso desafio agora construir uma política e um sistema nacional de defesa civil melhores do que os que temos hoje", disse o secretário Adriano Pereira Júnior.





Referências:
http://www.petropolis.rj.gov.br/pmp/index.php/imprensa/noticias/item/2283-petr%C3%B3polis-ter%C3%A1-tr%C3%AAs-representantes-na-confer%C3%AAncia-nacional-de-defesa-civil.html