sábado, 11 de outubro de 2014

Ação da Defesa Civil de Petrópolis Reforça Cultura de Prevenção na 24 de Maio


Ação na Defesa Civil reforça cultura da prevenção na 24 de Maio
A Secretaria de Proteção e Defesa Civil realizou, na manhã desta sexta-feira (10/10), uma ação de conscientização de moradores da 24 de Maio sobre os perigos das chuvas.
Funcionários da Defesa Civil, agentes da Unidade de Proteção Comunitária (UPC) do bairro e agentes de saúde (ACS) e de endemias (ACE) percorreram as ruas do bairro, conversando com moradores e distribuindo panfletos com orientações sobre o que fazer quando a sirene for acionada, além de cartilhas com dicas de prevenção.
A ação foi realizada durante o teste mensal das sirenes. Os agentes das outras UPCs também receberam o material e foram orientados pela Defesa Civil a distribuir os panfletos e cartilhas em suas comunidades.
O Objetivo dessa mobilização foi intensificar as orientações de prevenção para a população, já que o verão está chegando.
Entre as dicas, está a de que o morador de área de risco deve sair de casa assim que começar a chover forte, antes mesmo de a sirene tocar.
O alerta da sirene é o último aviso de que se deve procurar um local seguro, como casa de amigo ou parente que não fique em área de risco ou ponto de apoio sinalizado pela Prefeitura.
O secretário de Proteção e Defesa Civil, Rafael Simão, participou da ação. Ele foi, ainda, à Escola Municipal Clemente Fernandes e passou de sala em sala para conversar com os estudantes. “A ação desta sexta-feira foi importantíssima para a Defesa Civil, porque demos mais um passo na massificação da cultura da prevenção em Petrópolis.
Estamos batendo nesta tecla incessantemente. Nos Nudecs (Núcleos Comunitários de Defesa Civil), na página da Defesa Civil no Facebook (facebook.com/defesacivilpetropolis), nas ações de panfletagem, a palavra de ordem é prevenção.
Estamos aproveitando todos os espaços para incentivar os moradores a fazer o descarte correto do lixo, antes de o caminhão passar, falamos sobre a importância de colocar calha no telhado, de consertar vazamentos em tubulações e caixas d’água e, principalmente, de procurar um local seguro quando começar a chover forte. 
Somente com a participação da população é que vamos deixar Petrópolis mais segura. Este é um longo caminho, mas sei que já avançamos muito”, disse Rafael Simão.
As 18 sirenes foram acionadas remotamente, pela internet, e manualmente.
A do Duques apresentou falhas no acionamento manual. Já a do Amazonas apresentou falhas no acionamento manual e no remoto. As 16 demais sirenes funcionaram perfeitamente.
A empresa responsável pela manutenção foi comunicada dos problemas e irá repará-los nos próximos dias.







Referências:
http://www.petropolis.rj.gov.br/pmp/index.php/imprensa/noticias/item/2722-a%C3%A7%C3%A3o-na-defesa-civil-refor%C3%A7a-cultura-da-preven%C3%A7%C3%A3o-na-24-de-maio.html
https://www.facebook.com/defesacivilpetropolis
http://www.petropolis.rj.gov.br/dfc/