terça-feira, 21 de outubro de 2014

Como a Sociedade Deve Agir em Situações com Elevadores

            

Primeiro, Vamos Conhecer um Elevador? Um elevador ou ascensor é um dispositivo de transporte utilizado para mover bens ou pessoas verticalmente ou diagonalmente. 

O Primeiro Elevador Foi Criado em Roma no século I a.C., por um engenheiro chamado Vitrúvio.
O elevador era um sistema de transporte de carga vertical, baseado num sistema de roldanas movidas por força humana (muitas vezes escrava), animal ou água.
Em 1500 a.C, os Egípcios já utilizavam rudimentares elevadores para elevar as águas do rio Nilo, através de tração animal e humana. A partir daí, com a Revolução Industrial, principalmente, essas formas de tração foram sendo substituídas pela energia do vapor e logo após, pela eletricidade.

Em 1853, o Empresário Americano Elis Graves Otis inventou o primeiro elevador de passageiros.


Os Primeiros Elevadores eram muito lentos; para um passageiro alcançar o oitavo andar de um prédio, levava em média 2 minutos.

Atualmente, alguns elevadores são capazes de atingir a velocidade de 550 m/min, o que significa dizer que são mais de 45 vezes mais rápidos do que os seus antecessores.

Os elevadores Brasileiros começaram a ser fabricados em 1918. Era o cabineiro, girando uma manivela, que fazia com que o elevador subisse ou descesse. As portas eram abertas e fechadas manualmente.


Com a construção de edifícios mais altos, o transporte movido à manivela foi substituído por sistemas elétricos mais complexos que dispensavam o serviço dos cabineiros. 


Hoje em dia, os elevadores contam com modernos sistemas, que permitem grande conforto e segurança aos usuários.

Segundo, Como Funciona um Elevador? O Elevador funciona da seguinte forma. 

O cilindro é conectado a um sistema de bombeamento (Em geral, os sistemas hidráulicos como este usam óleo, mas outros fluidos incompressíveis podem funcionar também). 

O Sistema Hidráulico Tem Três Partes:


  • * Um Tanque (o reservatório de fluido);

  • * Uma Válvula entre o cilindro e o tanque.


A bomba força o fluido do tanque em um cano, levando ao cilindro. Quando a válvula é aberta, o fluido de pressurização escoará pelo caminho da mínima resistência e retornará ao tanque de fluido.
Mas quando a válvula está fechada, o fluido de pressurização não tem lugar para ir, exceto o cilindro. Conforme o fluido entra no cilindro, ele empurra o pistão para cima, erguendo o carro do elevador.
Quando o carro se aproxima do andar correto, o sistema de controle envia um sinal para o motor elétrico para, gradualmente, fechar a bomba. Com a bomba fechada, não há mais o fluido passando para o cilindro, mas o fluido que já está no cilindro não pode escapar (ele não pode fluir de volta para a bomba, pois a válvula ainda está fechada).
O pistão descansa no fluido e o carro permanece onde está.
Para descer o carro, o sistema de controle de elevador envia um sinal para a válvula. A válvula é acionada por uma solenóide básica (verifique Como funcionam os eletroímãs para maiores informações sobre solenóides).
Quando a solenóide abre a válvula, o fluido que entrou no cilindro pode fluir para o tanque de fluido. O peso do carro e a carga empurram o pistão, que conduz o fluido ao tanque. O carro desce gradativamente. Para parar o carro em um andar mais baixo, o sistema de controle fecha a válvula de novo.

Terceiro, Segue abaixo 10 Dicas para Viajar com Segurança em Elevadores! O Elevador é o Meio de Transporte mais utilizado no Mundo, estimando-se que, em média, mil milhões de pessoas o utilize em deslocações diárias, superando o número de viagens realizadas por avião, comboio e automóvel.

É, para além disso, o meio de mobilidade mais seguro, apresentando os mais baixos níveis de acidentes. Para garantir a segurança de todos os passageiros, a Schindler, fabricante de elevadores e escadas rolantes, Enumera as 10 Principais Regras de Utilização:

 1. Proteja as crianças: Os Adultos devem entrar primeiro na cabine e só depois as crianças. As crianças não devem viajar sozinhas de elevador;
2. Não deite objetos para o poço: Os Objetos atirados para o poço do elevador podem originar bloqueios e paragens no elevador;
3. Respeite o limite de peso e o número de pessoas permitido: Verifique a placa no interior da cabine com esta recomendação;
4. Pressione o botão para chamar o elevador uma única vez: Carregar nos botões insistentemente não aumenta a velocidade do equipamento e pode danificá-lo. Da mesma forma, deve pressionar apenas o botão no sentido desejado;
5. Antes de entrar no elevador assegure-se que a cabina esta nivelada: Alguns dos acidentes ocorrem quando a porta abre sem que a cabine esteja devidamente nivelada ao piso;
6. Não force as portas: Os Dispositivos de segurança podem ser danificados e comprometer a segurança dos utilizadores;
7. Em caso de paragem imprevista do elevador: Pressione o botão de alarme e aguarde a chegada do atendimento de socorro. Aguarde tranquilamente a chegada de socorro, nas cabinas é garantida a circulação de ar;
8. Se o elevador parar entre pisos não tente sair: Aguarde serenamente a chegada de socorro;
9. Em caso de incêndio não use o elevador: Utilize as escadas de emergência;
10. Manutenção certificada do elevador: A Manutenção dos equipamentos é vital para a segurança deste meio de transporte, devendo ser efetuada por EMA (Empresa de Manutenção de Ascensores) licenciada para o efeito.
Quarto, Perguntas Frequentes!
1) Se o Elevador Parar entre dois Andares? O Que Devo Fazer? Os Ocupantes devem:
  • Manter a calma, pois o perigo não é iminente;
  • Acionar o botão de alarme e/ou utilizar o interfone para pedir ajuda;
  • Solicitar que chamem o zelador e, se necessário, a empresa conservadora ou o Corpo de Bombeiros (193);
  • Aguardar com calma.
  • Importante: Não force as portas nem tente sair por conta própria!
  • Se o elevador parar entre andares e a porta abrir, não tente sair pela abertura. O elevador pode voltar a funcionar no momento em que você estiver saindo. Aguarde a sua estabilização;
  • Nunca se afobe ao tomar o elevador;
  • Quando a porta do elevador abrir, preste atenção. Antes de entrar, verifique que a cabine do elevador está no andar. Falhas mecânicas permitem, às vezes, que a porta abra sem a presença do elevador, o que já provocou muitos acidentes fatais;
  • Entre no elevador e saia dele devagar, para evitar colisão com outros usuários. Não tente entrar no elevador enquanto os ocupantes estiverem saindo;
  • Ao entrar no elevador e ao sair dele, cuidado para não tropeçar nos degraus que se formam quando ele para desnivelado com o pavimento. 

- O Corpo de Bombeiros Militar faz Algumas Orientações à População de Como Proceder em Caso de Pane em Elevadores. 

* A primeira orientação é manter a calma, para não causar efeito cascata de desespero entre as outras pessoas, o mais indicado é apertar imediatamente o alarme do elevador e ligar para o Corpo de Bombeiros; 

* Caso o alarme não funcione e os aparelhos celulares não estiverem funcionando, quem estiver dentro do elevador pode tentar um contato auditivo com quem estiver fora. Mas isso não significa ficar gritando, e sim tentar chamar a atenção de alguém que esteja passando pelo local no momento. 

* O Risco de faltar ar no elevador é praticamente descartado. Quanto mais nervosas as pessoas estiverem é pior, pois irão consumir mais oxigênio.
* O elevador não fica totalmente fechado e existe uma passagem de ar mínima. Então, o que piora a sensação de “sufocamento” é a tensão. 
* Se o elevador parar de entre a parede e o vão, as pessoas não devem tentar abrir a porta nem pular, porque correm o risco de cair no poço ou ele voltar a funcionar no momento em que eles estiverem tentando pular. 

* Uma das dicas mais importantes é que as crianças não devem entrar sozinhas no elevador, até mesmo porque elas podem exceder o limite de capacidade e ficarem pulando por brincadeira e isso pode levar à pane. 

* O Risco de despencar, levando em consideração os aparelhos de segurança que o elevador tem, incluindo um limitador de velocidade que não permite que ele despenque em queda livre, é quase nula.
* Os Barulhos dos cabos que as pessoas às vezes ouvem podem ser do funcionamento normal dos trilhos. 

* As Chaves do elevador, que abrem a porta e a caixa de máquina, nunca devem ser utilizadas porque podem ser uma arma na mão de pessoas despreparadas.
* É importante que o Responsável por elas no prédio esteja com as chaves em mãs para ajudar o Corpo de Bombeiros no momento do resgate.
2) Em Caso de Incêndio no Prédio? O Que Devo Fazer? 
- Não utilize os elevadores; e
- O Abandono do edifício deve ser feito pelas Escadas, obedecendo ao Plano de Evacuação;
OBSERVAÇÃO: 
Acidentes com elevadores são mais frequentes do que se supõe. Os Mais Comuns são ocasionados pelo Uso da Chave de Abertura Emergencial de Portas, por pessoas leigas, e posterior Não Travamento da Porta, além do uso Inadequado do Equipamento, Brincadeiras dentro da Cabine e Resgate Inadequado de Passageiros; 

Por hoje é só!  Mas, daremos sequência nesse assunto no próximo post. Fiquem a Vontade para Curtir, Compartilhar, Twittar, Fazer Comentários ou Dar Sugestões. Vejo Vocês em Breve. Até........







Referências:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Elevador
http://www.brasilescola.com/historia/historia-elevador.htm
http://mundoestranho.abril.com.br/materia/como-funciona-o-elevador
http://www.elevator-world.com/
http://www.cbm.al.gov.br/portal/index.php?option=com_content&view=article&id=131&Itemid=59
http://www.cb.es.gov.br/conteudo/dicas/detalhe/default.aspx?id=d95cd6c5-c80d-4480-b4e5-cc0602fcb17b
http://www.schindler.com/pt/internet/pt/schindler-portugal/noticias/2013/10-dicas-para-viajar-em-seguranca-em-elevadores.html
http://www.bombeiros.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=150
http://oglobo.globo.com/economia/imoveis/ao-ficar-preso-no-elevador-saiba-que-fazer-ate-ser-resgatado-2818591