segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Como as Comunidades Devem Agir em Situações de Granizo

           

Primeiro, Vamos Entender O Que é Um Granizo? O Granizo é Um Fenômeno Caracterizado pela Precipitação de Água no Estado Sólido, ou seja, em Forma de Gelo.

Essas Partículas São Transparentes ou Translúcidas e Apresentam Tamanhos e Pesos Variados, Sendo Que a Maior delas foi Registrada Durante uma Tempestade em Bangladesh: aproximadamente 5 Kg.


Segundo, Como é Formado o Granizo? O Granizo é Formado nas Nuvens do Tipo “cumulonimbus”, as quais se desenvolvem verticalmente, podendo atingir alturas de até 1.600 m.

Em seu interior ocorrem intensas correntes ascendentes e descendentes.

As gotas de chuva provenientes do vapor condensado no interior dessas nuvens, ao ascenderem sob o efeito das correntes verticais, congelam-se ao atingirem as Regiões mais elevadas.

Nesse momento, as partículas de granizo são formadas e, por meio das correntes de ar, se deslocam, fato que proporciona o aumento das “pedras de gelo”.

Ao atingirem um peso suficiente para superar as correntes de ar, ocorre a precipitação de granizo.


O Granizo, também conhecido por “saraivada”, é a precipitação de pedras de gelo, normalmente de forma esferóide, com diâmetro igual ou superior a 5 mm, transparentes ou translúcidas.

Podem subdividir-se em Dois Tipos Principais:

    - Gotas de chuvas congeladas ou flocos de neve quase inteiramente fundidos e recongelados;



    - Grânulos de neve envolvidos por uma camada delgada de gelo.:

Terceiro, Quais São os Danos Causados pelo GranizoO granizo causa grandes prejuízos à agricultura. No Brasil, as culturas de frutas de Clima Temperado, como:

* Maçã, Pêra, Pêssego, kiwi, e a Fumicultura São as Mais Vulneráveis ao Granizo.

Dentre os danos materiais provocados pela saraivada, os mais importantes correspondem à destruição de telhados, especialmente quando construídos com telhas de amianto ou de barro e aos fruticultores.

Poderão ainda ocorrer: 

* Congestionamentos no Trânsito devido ao Acúmulo de Gelo nas Ruas, Queda de Árvores, Destelhamentos, Perda de lavoura, Alagamentos, Danos às Redes Elétricas, Amassamento de Latarias de Veículos e Quebra de Vidros de Veículos.
Vale Ressaltar, que Esse Fenômeno é Mais Comum na Região Sul, sobretudo no Estado de Santa Catarina.

No dia 15 de novembro de 2010, Três Cidades Catarinenses Foram Atingidas por Precipitações de granizo:

* Celso Ramos, Joaçaba e Chapecó.

Esse Acontecimento Danificou cerca de 150 Residências, deixando Mais de 30 Pessoas Desalojadas.

Quarto, Quais São as Perguntas mais frequentes? 

1) O Que Fazer Quando Ocorrer Uma Chuva de Granizo?

>> Abrigar-se da chuva torrencial que poderá acompanhar ao granizo e causar inundações;

>> Não abrigar-se debaixo de árvores, pois há riscos de quedas;

>> Não abrigar-se em frágeis coberturas metálicas;

>> Não estacionar veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda, pois estas estarão sob influência de ventos fortes.

>> Evite engarrafamentos em ruas e avenidas que foram afetadas pela chuva de granizo;

2) Existe Risco de Desabamentos de Telhados?


 >> Tenha cuidado com construções mal acabadas ou construídas, procure abrigar-se em locais seguros resistentes a fortes ventos, onde não há riscos de destelhamentos;

3) O Que Devo Fazer ao Verificar os Riscos de Desabamentos de Construções e Telhados?


>> Avise aos seus vizinhos sobre o perigo, no caso de casas construídas em áreas de riscos. 

>> Avise, também, imediatamente ao Corpo de Bombeiros e à Defesa Civil.

>> Convença as pessoas que moram nas áreas de risco a saírem de casa durante as chuvas;

>> Você pode fazer junto com a sua comunidade um plano de evacuação.

4) O Que é Um Plano de Evacuação?


>> Se você está morando numa área de risco, tenha com sua vizinhança um plano de evacuação com um sistema de alarme. É um plano que permite salvar a sua vida e de seus vizinhos. Caso a localidade onde você mora ainda não tem esse plano, converse com o Prefeito e o Coordenador de Defesa Civil.

5) Sou Fruticultor, Existe Alguma Forma de Minimizar os Prejuízos?


>> As cooperativas de fruticultores podem realizar parcerias com as instituições de meteorologia e adquirir foguetes para bombardearem as nuvens de granizo com substâncias higroscópicas (iodeto de prata), objetivando provocar a precipitação da chuva e evitar a formação de granizo.

Por hoje é só! Mas daremos continuidade nesse Assunto. Fiquem a Vontade para Curtir, Compartilhar, Twittar, Fazer Comentários ou Dar Sugestões. Vejo Vocês em Breve. Até........












Referências:
http://www.mi.gov.br/
http://redec-iv.defesacivil.rj.gov.br/modules.php?name=Content&pa=showpage&pid=126
http://defesacivil.to.gov.br/inundacao/
http://www.defesacivil.es.gov.br/(X(1)F(__EYQ2w62g2vB1nUKqexik-462GZGwPe63xoy4Fp04jGLTrUqhPSM40AGnfr_HGOoKq4g79ARBNOlDO7MWyYKM9pVM3CJwFvAEJxYKBHtcRyRqE950c2oiywDQsKqNjj9HkntwKgk7EcbnMhxB1wQ6mxqw1))/conteudo/dicas/granizo/default.aspx
http://www.brasilescola.com/geografia/granizo.htm
http://pt.wikipedia.org/wiki/Granizo
http://www.dgdec.defesacivil.rj.gov.br/