quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Como as Comunidades Devem Agir em Situações de Secas

          

Primeiro, Vamos Entender O Que é a SecaA seca ou estiagem é um fenômeno climático causado pela insuficiência de precipitação pluviométrica (chuva), numa determinada região por um período de tempo muito grande.

Do ponto de vista Meteorológico a seca é uma estiagem prolongada, caracterizada por provocar uma redução sustentada das reservas hídricas existentes.


Existe uma pequena Diferença Entre Seca e Estiagem, pois Estiagem é o fenômeno que ocorre num Intervalo de Tempo, já a Seca é Permanente.


Dentre os muitos aspectos apresentados pela Região Nordeste o que mais se destaca é a Seca, causada pela escassez de chuvas, proporcionando pobreza e fome.

A partir dessa temática é importante entender quais são os fatores que determinam o clima da região, especialmente na sub-região do sertão, região que mais sofre com a seca.

O Sertão Nordestino apresenta as menores incidências de chuvas, isso em âmbito nacional.

A Restrita Presença de Chuva nessa área é causada basicamente pelo tipo de Massa de Ar Aliado ao Relevo, esse muitas vezes Impede que Massas de Ar Quentes e Úmidas ajam sobre o local causando chuvas.

No sul do Sertão ocorrem, raramente, chuvas entre outubro e março, essas são provenientes da ação de frentes frias com característica polar que se apresentam e agem no sudeste. As outras áreas do Sertão têm suas chuvas provocadas pelos ventos alísios vindos do hemisfério norte.

No Sertão, as chuvas se apresentam entre dezembro e abril, no entanto, em determinados anos isso não acontece, ocasionando um longo período sem chuvas, originando assim, a Seca.

As Secas Prolongadas no Sertão Nordestino são oriundas, muitas vezes, da Elevação da Temperatura das Águas do Oceano Pacífico, esse aquecimento é Denominado pela Classe Cientifica de El Niño, nos anos em que esse Fenômeno Ocorre o Sertão Sofre com a Intensa Seca.

A longa estiagem provoca uma série de prejuízos aos agricultores, como perda de plantações e animais, a falta de produtividade causada pela seca provoca a fome.

* Vegetação:

No Sertão e no Agreste o tipo de Vegetação que se apresenta é a Caatinga, o Clima predominante é o Semi-árido, esse tipo de vegetação é adaptado à escassez de água.

Algumas espécies de plantas da Caatinga têm a capacidade de armazenar água no caule ou nas raízes, outras perdem as folhas para não diminuir a umidade, todas com o mesmo fim, poupar água para os momentos de seca.

* Rios temporários ou sazonais:

Os Rios que estão situados nas Áreas do Sertão são influenciados pelo Clima Semi-árido, dessa forma não há grande incidência de chuvas.

A Maioria dos Rios do Sertão e Agreste é caracterizada pelo regime pluvial temporário, isso significa que nos períodos sem chuva eles secam, no entanto, logo que chove se enchem novamente.

Nas regiões citadas é comum a construção de barragens e açudes como meio de armazenar água para suportar períodos de seca.

Segundo, Quais São os Tipos de Seca?  Existem quatro tipos de secas, São Elas:


  • Seca Permanente: É caracterizada pelo clima desértico, em que a vegetação se adaptou às condições de aridez, inexistido cursos de água. Estes só aparecem depois das chuvas, que via de regra são fortíssimas tempestades. Este tipo de seca impossibilita a agricultura sem irrigação permanente.
  • Seca Sazonal: A seca sazonal é uma particularidade de regiões em que o clima é semi-árido. Nestas, a vegetação reproduz-se porque os vegetais adaptados geram sementes e morrem em seguida, ou mantém a vida em estado latente durante a seca. Nestas regiões, os rios só sobrevivem se a sua água for oriunda de outras regiões onde o clima é úmido.
  • Seca Irregular: Pode ocorrer em qualquer região onde o clima seja úmido ou sub-úmido e caracterizado por apresentar variabilidade climática do ponto de vista estatístico. Normalmente, são limitadas em área e não em grandes regiões. Não ocorrem numa estação definida e inexiste previsibilidade de sua ocorrência, isto é, não há um ciclo bem definido.
  • Seca Invisível: De todos, este tipo de seca é o pior, pois a precipitação não é interrompida, porém, o índice de evapotranspiração é maior que o índice pluviométrico causando um desequilíbrio da umidade regional.

Terceiro, Quais São as Causas das SecasAs causas das Secas enquadram-se nas anomalias da circulação geral da atmosfera, a que correspondem flutuações do clima numa escala local ou regional, gerando condições meteorológicas desfavoráveis, com situações de nula ou fraca pluviosidade, durante períodos mais ou menos prolongados.
As condições para que uma seca se instale estão também relacionadas com outros fatores como, por exemplo:
* o Incorreto Ordenamento do Território, Insuficientes Infra-estruturas de Armazenamento de Água, Sobre Utilização das Reservas Hídricas Subterrâneas, Gestão Incorreta do Consumo de Água, e até a Desflorestação Incontrolada do Território. 
                                                                                                                                  Quarto, Quais São as Perguntas mais frequentes?
1) O que a Prefeitura de seu Município  pode fazer?
>> Informar através dos canais de comunicação dados meteorológicos (pesquisas), quanto à falta de precipitação de chuva no município fazendo um trabalho preventivo.
2) Como podemos Colaborar para minimizar a Seca?
  • Fazer um bom trabalho de conservação das matas ciliares nas beiras de rios, córregos e nascentes;
  • Não desmatar nas cabeceiras, para que seja mantida uma sustentabilidade de água nas propriedades.
3) O que pode ser feito para Diminuir os Danos e Prejuízos com a Seca?
  • Diminuir o número de animais em propriedades durante o período de estiagem ou seca, evitando assim futuros prejuízos devido à falta d`água.
  • Evitar  fazer plantações por meio de irrigação, durante este período que venha sobrecarregar os recursos hídricos da propriedade.
4) Quais são os Sinais que Indicam que pode Ocorrer uma Seca?
  • Escassez de chuvas durante o inverno abaixo do previsto pelos serviços de meteorologia;
  • Baixo volume de água na vazão dos rios, havendo uma redução da  sustentabilidade dos recursos hídricos.







Referências:
http://defesacivil.to.gov.br/seca/
http://www.proteccaocivil.pt/RiscosVulnerabilidades/RiscosNaturais/Secas/Pages/Oquee.aspx
http://pt.wikipedia.org/wiki/Seca
http://www.brasilescola.com/brasil/a-seca-no-nordeste.htm
http://www.notapositiva.com/trab_estudantes/trab_estudantes/geografia/11assecas.htm
http://www.dgdec.defesacivil.rj.gov.br/
http://www.petropolis.rj.gov.br/