quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Comitê de Ações Emergenciais Se Reúne em Petrópolis para Fortalecer Integração Antes das Chuvas


Comitê de Ações Emergenciais se reúne para fortalecer integração antes das chuvas
O Comitê de Ações Emergenciais se reuniu na noite de segunda-feira (22/11), na Secretaria de Proteção e Defesa Civil, para debater o que vem sendo feito para deixar Petrópolis mais segura em relação às fortes chuvas do verão. 
O prefeito Rubens Bomtempo, que presidiu a reunião, pediu para que os representantes dos mais de 30 órgãos presentes, entre instituições públicas e privadas, atuem de forma articulada, sob a forma de parceria, com o objetivo de reduzir os riscos de desastres das chuvas no município. Como exemplo dessas ações integradas, ele citou as podas preventivas. 
A Comdep e, no caso das árvores próximas à rede elétrica, a concessionária Ampla se comprometeram a, em parceria, intensificar o serviço neste fim de ano.
Fazem parte do comitê as secretarias de governo, órgãos de segurança, concessionárias de serviço público, entre outras instituições. 
Bomtempo lembrou que Petrópolis conta hoje com o Plano de Contingência, sob a forma de matrizes, definindo de forma mais objetiva, em tabelas, o que cabe a cada órgão em uma situação de desastre natural. 
O plano foi apresentado em dezembro de 2013, com a colaboração dos órgãos participantes do comitê.
“As chuvas fortes virão. Não temos como evitar. Mas trabalhar para que não tenhamos vítimas. Se houver deslizamento, se cair uma ponte, que não tenhamos feridos, que não tenhamos mortos. 
Esse é o nosso objetivo. É para isso que estamos trabalhando, com ações estruturais, como obras de contenção de encostas, e campanhas de conscientização de moradores. 
A partir de agora, nos reuniremos permanentemente, uma vez por mês pelo menos, para sabermos como está o diálogo entre os órgãos e o nível de dificuldade que cada um tem. 
Cada órgão tem que ajudar o outro para deixarmos Petrópolis mais segura”, disse o prefeito.
Bomtempo lembrou que o município vem avançando muito na prevenção de desastres das chuvas. 
Ele citou o PAC Encostas, o maior conjunto de obras de contenção da história do município, totalizando mais de R$ 60 milhões em investimentos. 
A mais adiantada delas é a do Vale do Carangola, onde está sendo instalada a primeira barreira dinâmica de Petrópolis e a maior cortina atirantada do município, com 260 metros de extensão, protegendo a Estrada do Carangola e as casas que estão abaixo. 
“Do ponto de vista estrutural, estamos em uma situação muito melhor do que há dois ou  três anos”, disse.
O prefeito ressaltou também o trabalho contínuo de prevenção feito pela Defesa Civil, com a capacitação de mais de 500 voluntários em 54 Núcleos Comunitários de Defesa Civil (Nudecs) desde janeiro de 2013. 
Também foram realizadas ações de panfletagem nas comunidades e trabalho de agentes comunitários de saúde (ACS) e de endemias (ACE) junto à Defesa Civil para divulgação da cultura da prevenção de desastres das chuvas nas comunidades.




Referências:
http://www.petropolis.rj.gov.br/pmp/index.php/imprensa/noticias/item/2871-comit%C3%AA-de-a%C3%A7%C3%B5es-emergenciais-se-re%C3%BAne-para-fortalecer-integra%C3%A7%C3%A3o-antes-das-chuvas.html
http://www.petropolis.rj.gov.br/dfc/
https://www.facebook.com/defesacivilpetropolis?ref=stream&fref=nf